segunda-feira, 11 de maio de 2009

A educação tradicional e o romantismo desapareceram da vida portuguesa do século XXI

A meu ver, a educação tradicional e o "romantismo" não desapareceram da vida portuguesa do século XXI, apenas sofreram algumas alterações, umas mais moderadas e outras mais radicais. Estas alterações foram-se evidenciando ao longo dos tempos, em grande parte devido à evolução da mentalidade das pessoas, neste caso, dos portugueses. A educação tradicional e o dito "romantismo", variam consoante cada seio familiar, umas apoiam a educação tradicional, que na minha opinião vai passando de geração em geração e outras optam por uma educação não tradicional mas, diria eu, uma educação mais radical. Desde já, esta educação mais radical, ganhou importância, quando a mulher entrou no "mercado de trabalho", tendo em conta que o membro paterno começou a trabalhar muito mais cedo, os filhos eram, até aí, acompanhados pela mãe. Sendo assim, quando se deu esta mudança, geraram-se inovações, tornando-se visíveis, no século XXI. Nos tempos que correm é notável que os pais não passem tanto tempo com os filhos como seria necessário para haver uma transição completa da educação dos valores morais, continuando esta a ser correcta, mas superficial.

Comentário Elaborado por:
Liliana Sofia Rebelo, Nº10 11ºCHLH

Sem comentários: