sexta-feira, 13 de novembro de 2009

A MINHA MENSAGEM PARA VÓS...

Nao tive oportunidade de o fazer mais cedo... Peço desculpa por isso. Mas aqui fica o meu desabafo, pela boca do Ary, para todos aqueles que estudam e vivem o Agrupamento.
Um abraço para todos!
José Brás

APRENDER A ESTUDAR

Estudar é muito importante, mas pode-se estudar de várias maneiras...
Muitas vezes estudar não é só aprender o que vem nos livros.

Estudar não é só ler nos livros que há nas escolas.
É também aprender a ser livres, sem ideias tolas.
Ler um livro é muito importante, às vezes, urgente.
Mas os livros não são o bastante para a gente ser gente.
É preciso aprender a escrever, mas também a viver, mas também a sonhar.
É preciso aprender a crescer, aprender a estudar.

Aprender a crescer quer dizer:
aprender a estudar, a conhecer os outros, a ajudar os outros, a viver com os outros.
E quem aprende a viver com os outros aprende sempre a viver bem consigo próprio.
Não merecer um castigo é estudar.
Estar contente consigo é estudar.
Aprender a terra, aprender o trigo e ter um amigo também é estudar.

Estudar também é repartir, também é saber dar o que a gente souber dividir para multiplicar.
Estudar é escrever um ditado sem ninguém nos ditar;
e se um erro nos for apontado é sabê-lo emendar.
É preciso, em vez de um tinteiro, ter uma cabeça
que saiba pensar, pois, na escola da vida, primeiro está saber estudar.

Contar todas as papoilas de um trigal é a mais linda conta que se pode fazer.
Dizer apenas música, quando se ouve um pássaro,
pode ser a mais bela redacção do mundo...

Estudar é muito mas pensar é tudo!

José Carlos Ary dos Santos, Obra poética, Ed. Caminho

2 comentários:

Anónimo disse...

Gostei dos conselhos e o poema é bem interessante.
Mélanie.12.ºCHLH

J. B. disse...

Boa tarde Mélanie
Agradeço desde já a tua participação no blog.
Na verdade, Ary é um dos poetas do Séc. XX mais exuberantes e, infelizmente, pouco divulgado. Pensei que o poema se "encaixava" perfeitamente no blog e decidi divulgá-lo.
Acredita que todos os conselhos são bem verdadeiros...
Aparece sempre que quiseres.
Bom Trabalho.
José Brás